Pavilhão Centro de Portugal

Pavilhão Centro de Portugal | Arquitectos: Álvaro Siza Vieira e Eduardo Souto de Moura

Desde 10 de Junho de 2008, que a associação Orquestra Clássica do Centro tem a sua sede no Pavilhão Centro de Portugal por protocolo assinado com a Câmara Municipal de Coimbra. Cabe a esta associação também a gestão cultural deste espaço.

O Pavilhão realizado para a Expo 2000 de Hannover, é desmontável, para possibilitar a sua reutilização. Hoje está instalado no Parque Verde da Cidade de Coimbra. Aliás, foi de raiz um pavilhão dentro de um parque, só que, de início, o parque era um amontoado de outros pavilhões. O Pavilhão tem uma forma de um “L”, organizando o pátio de acesso, sendo o maior volume o de uma grande sala de exposições. A cobertura é ondulada, tem uma forma orgânica e é feita de tela sintética dupla, de modo a permitir a entrada de luz, assim como o isolamento térmico, e ainda a de criar boas condições acústicas. Exteriormente, o Pavilhão é revestido a cortiça, havendo ainda uma parte revestida a azulejo. O aglomerado de cortiça oferece boas condições de durabilidade no exterior, constituindo um isolamento térmico que dá uma imagem inusual. Aquela cortiça rude, escura, com o tempo ficará cinzenta; veremos como evolui.

Arrow
Arrow
PlayPause
ArrowArrow
Slider