Porquê? Mecenas OCC

É sabido que o contexto é fundamental para o desenvolvimento de uma qualquer sociedade.

A Cultura é um elemento principal de tal contexto e a música um elemento cultural muito relevante. A Cultura é, de facto, alimento essencial para uma sociedade que se quer assente em conhecimento. Ela é nutriente decisivo para que uma tal sociedade possa germinar e, depois, fixar-se, consolidar-se, desenvolver-se. Em resumo, a nossa região terá dificuldade em construir conhecimento, em desenvolver uma sociedade e uma economia nele baseada, sem uma aposta continuada que permita desenvolver um contexto cultural rico e estimulante. Temos uma história milenar expressa de forma arrebatadora no património que nos rodeia OCC que é também cultura. O seu potencial enquanto factor de contexto é enorme o potencial que resulta da possibilidade de usufruir a história inspiradora que está por detrás dele. O potencial que a música tem na criação do contexto cultural certo é enorme também o potencial que resulta do poder da música para nos elevar e engrandecer. Juntos, eles podem ser, então, um factor de contexto muito poderoso para a promoção de uma sociedade exigente, ambiciosa, voltada para a excelência. A ligação da música com o património tem um papel a desempenhar para além da contribuição para o desenvolvimento de uma melhor sociedade. O património artístico e paisagístico da Região Centro tem, de facto, um valor turístico muito elevado. Para dele tirar partido não basta apresentar as nossas cidades com história; é preciso criar contextos diferenciadores para o usufruto desses locais. E aí, de novo, a ligação com a música tem um potencial evidente. Em resumo, o património histórico, monumental e paisagístico da região, tornado maior pela sua ligação a eventos musicais, pode ajudar a desenvolver economicamente a região. Não apenas porque ela ajuda a fixar elementos qualificados, que para se fixarem valorizam os elementos de contexto, mas pela sua capacidade de gerar directamente riqueza, postos de trabalho e dinâmica económica. Para que tal possa acontecer, temos que agir. Nós. Todos nós. Mais do que nunca não podemos contar com as políticas públicas. Mais do que nunca temos que ser capazes de tirar partido de uma janela de oportunidade que, acreditamos, ajudará a tornar esta região num espaço fervilhante, único, especial. Um espaço de conhecimento, cultura e riqueza. Para além da contribuição decisiva para a promoção do desenvolvimento da sociedade em que vivemos – que se traduzirá em mais, no futuro, para nós e para os nossos filhos – acreditamos que a adesão a este projecto como Mecenas propiciará satisfação pessoal, e também prestígio, que resultam da associação a actividades culturais de qualidade.

Presidente do Concelho Cultural da OCC, Gonçalo Quadros