fbpx

“Cânticos de Natal para Todos na Justiça” – 2020

Ensemble da Orquestra Clássica do Centro neste concerto: Pedro Carvalho (Violino I), Ana Carvalho (Violino II) David Wyn Lloyd (Viola d`Arco), Raquel Ribeiro (Violoncelo), Davy Tremlet (percussão)

«Este ano, em virtude do contexto de pandemia vivenciado, não foi possível realizar a Festa de Natal da SGMJ nem promover, nas escadarias nobres do edifício sede da Justiça, na Praça do Comércio, em Lisboa, a exemplo dos anos anteriores, os já habituais concertos de Natal, presenciais, abertos ao público e sempre muito participados em termos de ouvintes interessados. Todavia, mantendo vivos e acesos o espírito de fraternidade e o apelo à solidariedade que a época natalícia sempre convoca, a SGMJ não quis deixar de promover a 4.ª edição de “Cânticos de Natal para Todos na Justiça”, ainda que num formato diferente.

E, assim, no passado dia 7 de dezembro foi possível com a inestimável colaboração da Orquestra Clássica do Centro (OCC) gravar, em vários espaços do edifício sede da Justiça, o habitual concerto de «Cânticos de Natal para Todos na Justiça», desta vez, interpretado por um Ensemble da OCC e com participação da soprano Marina Pacheco e do tenor Paulo Ferreira.

O Secretário-Geral do Ministério da Justiça Carlos José de Sousa Mendes aproveitando o ensejo, além de muito agradecer todo o apoio e parceria virtuosa com a Orquestra Clássica do Centro, desejou e deseja a Todos, em especial aos trabalhadores e colaboradores da SGMJ, uma Boas Festas e um Bom Ano de 2021.

Vídeo

Ensemble da Orquestra Clássica do Centro neste concerto: Pedro Carvalho (Violino I), Ana Carvalho (Violino II) David Wyn Lloyd (Viola d`Arco), Raquel Ribeiro (Violoncelo), Davy Tremlet (percussão)

A Orquestra Clássica do Centro, orquestra profissional sediada em Coimbra,  apresentou-se pela primeira vez em 2001. Tem contado com o contributo solístico e de regência de notáveis figuras do panorama musical nacional e internacional. Com uma formação orquestra clássica tem realizado ao longo dos anos pontualmente programas com densidade tímbrica e orquestral sinfónica. Apresenta-se ainda com formações de câmara (trios, quartetos e quintetos, entre outras), disponibilizando assim um leque variado de programas/repertórios.  Organiza concursos, conferências ou festivais para além das atividades exclusivamente concertísticas. Além da edição de cd`s, livros ou catálogos tem, enquanto associação, a responsabilidade da gestão cultural do Pavilhão Centro de Portugal (arquitectura de autoria de Souto Moura e Siza Vieira) em Coimbra que é também o local da sua sede.

Fomentar a cultura musical, dimensionar a vertente pedagógica e conferir apetência para ouvir e apreciar música erudita, têm sido e continuarão a ser os objetivos deste projeto.

A Orquestra Clássica do Centro conta com o apoio da Dgartes e com o apoio Institucional da Câmara Municipal de Coimbra. Promove / organiza em colaboração com os Tribunais da Relação do país o ciclo “Concertos da Justiça”.

  Programa do concerto:

  Aria da 4ª corda –   J. S.  Bach

  White Christmas – Irving Berlin

  Silent Night – Franz Grubber

  Have yourself a merry little Christmas – Hugh Martin

  Feliz Navidad – José Feliciano

Marina Pacheco – soprano

Vencedora da 26ª edição do Prémio Jovens Músicos) e premiada em vários concursos na Europa, Marina Pacheco apresenta-se regularmente em ópera, oratório, lied e música contemporânea. Elogiada pela imprensa internacional pelo seu “virtuosismo perfeito” e “talento como atriz”, cantou em Portugal, Espanha, Alemanha, França, Bélgica, Moçambique, Colômbia e África do Sul.

Paulo Ferreira – tenor

Paulo Ferreira é um dos tenores portugueses com maior notoriedade no panorama operático internacional. Apresentou-se por toda a Europa, em palcos como o Palácio Euskalduna (Bilbau), a Welsh National Opera (Cardiff), o Teatro San Carlo (Nápoles), a Ópera de Hanôver, o Oldenburgisches Staatstheater, o Pfalztheater-Kaiserslautern, o Stadthalle Bayreuth, a Ópera de Basileia ou a Ópera de Malmö. Sob a direção de maestros de renome internacional, é também intensa a sua agenda de concertos. De destacar que em 2018 Paulo Ferreira cantou em Agosto para os Reis da Holanda, integrado no Festival “Veerhaven Concert” em Roterdão, em Novembro para S.S. o Papa Francisco em Roma, integrado no “Festival Internazionale di Musica e Arte Sacra” acompanhado pela Orchestre Philharmonie des Nations e, em Dezembro para S.A.R. o Príncipe Carlos de Inglaterra no “Christmas Carol Concert” na Catedral de Winchester (Reino Unido) acompanhado pelo “Choral Foundation of Winchester Cathedral”. Actualmente e paralelamente à sua carreira internacional como Cantor, é Professor na Vocare Conservatório de Voz, Comunicação e Artes Performativas do Porto.»
(texto retirado do site https://sgmj.justica.gov.pt/Noticias-da-SGMJ/cid/48184)

<