fbpx

Tiago Bettencourt , OCC e Cordis

Tiago Bettencourt , OCC e Cordis

O Dia da Cidade de Coimbra, celebrado a 4 de julho, vai ficar marcado por um concerto inédito que vai ter o grande auditório do Convento São Francisco como palco. Tiago Bettencourt, um dos mais conceituados artistas nacionais, vai juntar num espetáculo a Orquestra Clássica do Centro (OCC) e o Cordis, dois dos mais emblemáticos projetos musicais de Coimbra. O evento, organizado pela Câmara Municipal de Coimbra, está integrado na programação das Festas da Cidade, que vão realizar-se no rigoroso cumprimento das orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS), tal como já aconteceu no ano passado, em que a autarquia foi pioneira na retoma de eventos culturais ao ar livre. A restante programação será anunciada nos próximos dias.

 

As Festas da Cidade de Coimbra, que vão decorrer de 01 a 11 de julho, foram moldadas às circunstâncias do atual contexto da pandemia da COVID-19 e pretendem apoiar a retoma progressiva da economia local, bem como dos artistas e trabalhadores da área cultural que muito têm sido afetados pela pandemia.

 

No Dia da Cidade, celebrado a 4 de julho em honra de Isabel de Aragão, Rainha Santa e padroeira de Coimbra, vai realizar-se um concerto inédito no grande auditório do Convento São Francisco. Tiago Bettencourt vai atuar com a OCC e Cordis, dois dos mais emblemáticos projetos musicais da cidade.

 

Apesar de gratuitos, o acesso aos concertos das Festas da Cidade implica o levantamento prévio de bilhetes através da Ticketline (ou da bilheteira do Convento São Francisco) por forma a cumprir com a lotação possível imposta pela legislação em vigor para o recinto dos espetáculos, que será devidamente delimitado, os lugares previamente identificados por cadeiras e respetivas marcações, cumprindo o devido distanciamento entre os espectadores.

 

Tiago Bettencourt, autor de várias composições de referência da nova música portuguesa, foi há mais de dez anos que embarcou naquela que seria a sua primeira aventura em estúdio, com os Toranja, marcando para sempre o panorama musical português. Temas inesquecíveis como “Carta” e “Laços” são indissociáveis da sua voz marcante. Em 2006 os Toranja anunciam uma pausa prolongada e é então que Tiago Bettencourt parte para o Canadá e tendo como banda de apoio os Mantha, grava o álbum “Jardim” com produção de Howard Bilerman (Produtor de “Funeral” dos Arcade Fire), editado em 2007 com êxitos como “Canção Simples”, “O Jogo”, “O Lugar” e “O Jardim”.

 

Em 2010, é editado “Em Fuga”, no final do ano de 2011 é editado “Tiago na Toca e os Poetas” e em novembro de 2012 chega às lojas “Acústico”. Em 2014, Tiago apresenta o novo disco “Do Princípio”, apresentando, entre outros, os surpreendentes “Aquilo que eu não fiz”, “Morena” e “Maria”. 2015 e 2016 foram anos dedicados à apresentação ao vivo deste último álbum, enquanto 2017 fica marcado pelo lançamento do seu novo disco “A Procura”. Além de multi-instrumentista é também produtor tendo sido responsável pela produção de discos de Miúda, Katia Guerreiro, Raquel Tavares e Cláudia Pascoal. A sua contribuição à música portuguesa é e sempre será pautada pelo bom gosto, discernimento e um respeito infinito pela sua língua, mesmo sabendo que isso sempre limitou as suas hipóteses de internacionalização. Em dezembro de 2018 e 2019 enche o coliseu com um concerto surpreendente nomeado para Globo de Ouro.

 

A OCC vai estar em palco com Tiago Bettencourt neste concerto inédito. Esta orquestra apresentou-se pela primeira vez, enquanto profissional, em dezembro de 2001. Tem contado com o contributo solístico e de regência de notáveis figuras do nosso panorama musical como Cesário Costa, Rui Massena ou Luís Carvalho, Marina Pacheco, Mário João Alves, Elisabete Matos, Dora Rodrigues Nelso Ebo, Dejan Ivanovic ou Adriano Jordão.

 

Quem também vai estar em palco é o grupo Cordis, que surgiu em setembro de 2008, com um CD e um concerto de apresentação em Coimbra, onde a tradição da música de Guitarra Portuguesa de Coimbra foi confrontada com uma nova abordagem explorada pelo encontro invulgar do piano com a guitarra. O ano de 2011 foi marcado por diversos concertos, bem como por um minucioso trabalho de produção musical do segundo disco e, em 2013, o Cordis produziu o primeiro DVD, gravado ao vivo, no Teatro Académico de Gil Vicente (TAGV). Em 2020, surgiu com outro disco de originais, que apresentou em concerto também no TAGV, na Casa da Música, no Porto, e no Teatro Villaret, em Lisboa.

 

Assim, Tiago Bettencourt com a OCC e Cordis, no Convento São Francisco, juntam-se no cartaz das Festas aos já anunciados Orquestra Bamba Social & Tiago Nacarato (dia 1 de julho), Richie Campbell (2 de julho), Linda Martini (7 de julho) e a banda do filme Variações (8 de julho), todos estes espetáculos no Jardim da Sereia. Todavia, as iniciativas vão muito para além de concertos, sendo que o programa completo será apresentado brevemente pela autarquia.

 

Estas celebrações concelhias, que têm em consideração o cumprimento rigoroso de todas as normas da DGS, surgem com o objetivo de reanimar social e economicamente o concelho, em especial dos setores da cultura, da hotelaria, restauração e comércio.

The event is finished.

Data

Jul 04 2021
Expired!

Hora

21:30

Local

Convento São Francisco
Coimbra
Categorias

Organizador

Câmara Municipal de Coimbra
QR Code
<