fbpx

Concertos da Justiça

Concertos da Justiça

Reserva de bilhete (entrada livre) – Se a meteorologia permitir que o concerto se realize no exterior, serão disponibilizados lugares adicionais na 2a feira, dia 05, a partir das 14h00.
Concerto 5 de Julho de 2021
dia em que se assinala o Dia da Independência de Cabo Verde
No âmbito da parceria da Orquestra Clássica do Centro com os Tribunais da Relação do país e a Comarca de Leiria, numa colaboração com o Município de Peniche e o Museu Nacional Resistência e Liberdade, com o apoio da Dgartes / Ministério da Cultura, realizar-se-à este concerto integrado no Ciclo de CONCERTOS DA JUSTIÇA, dia em que se assinala o Dia da Independência de Cabo Verde.
Ainda no âmbito desta parceria no projeto “Nunca Esquecer”, está patente no Pavilhão Centro de Portugal, em Coimbra, uma exposição sobre esta temática, com destaque especial para a figura de Aristides de Sousa Mendes. Sobre a sua vida e obra está patente também a exposição no Museu Nacional Resistência e Liberdade em Peniche. A ligação deste Museu existe por razões Histórica e temáticas ao Museu do Tarrafal em Cabo Verde.
Não esquecemos as memórias do tempo de intolerância política em Portugal, sendo o Tarrafal, o campo de concentração em território ainda sob o domínio português. Também designado por “campo da morte lenta”, funcionou, entre 1936 e 1954, como prisão de oposicionistas portugueses ao regime salazarista, sendo reativado em 1961, com o objetivo de enclausurar militantes dos movimentos que lutavam pela independência das colónias africanas.
Em janeiro de 2016, a OCC participou na inauguração do Museu do Tarrafal a convite do Ministério da Cultura de Cabo Verde, cerimónia que contou com a presença dos Primeiros Ministros de Portugal e Cabo Verde, o Presidente da Câmara Municipal de Coimbra, além de outras altas individualidades dos dois países.
O dia 5 de Julho é o Dia da Independência de Cabo Verde.
Vamos pois, e no âmbito dos concertos da Justiça, realizar um concerto que se propõe fazer a ligação entre tempos e espaços deixando uma mensagem de esperança num futuro que queremos seja feito de pontes, de tolerância e de liberdade e igualdade para todos os Seres Humanos.
As obras a interpretar sobre esta temática serão apresentadas no Fortaleza de Peniche pelo ensemble da Orquestra Clássica do Centro com a participação do escritor e músico Caboverdiano Mário Lúcio, natural do Tarrafal.
Unidos pela Música e pelo respeito por todos aqueles que lutaram ( e lutam) pela liberdade de pessoas e povos, fica o convite para celebrar, neste dia da Independência de Cabo Verde, as pontes de liberdade.
Num mesmo espaço poderemos assistir à contemplação de vário Patrimónios : o Material, o Imaterial e ainda o Paisagístico.
Revisitamos espaços repletos de memória de significado, avistando o imenso Mar que é caminho que nos conduz, também, até Cabo Verde neste dia.
Celebramos pela Música a Amizade, a Liberdade, a esperança na preservação / construção de caminhos que não admitam grades, que permitam derrubar muros e cadeias, que não admitam a privação da liberdade de pessoas e povos, que respeitem a Igualdade na diferença de cada um.
Transmissão via Streaming pela Justiça TV
Pode assistir também pelo Facebook do Tribunal Judicial da Comarca de Leiria, do Municipio de Peniche, do Tribunal da Relação de Coimbra ou da Orquestra Clássica do Centro
Reservas de lugar em : www.orquestraclassicadocentro.org – a partir de dia 2 de julho às 14h

The event is finished.

Data

Jul 05 2021
Expired!

Hora

21:00

Mais informação

Reserva Bilhetes

Local

Museu Nacional Resistência e Liberdade
Museu Nacional Resistência e Liberdade, Campo da República, Peniche
Categorias

Organizador

Museu Nacional Resistência e Liberdade

Outros organizadores

Tribunal da Comarca de Leiria
Municipio de Peniche
Tribunal da Relação de Coimbra
Orquestra Clássica do Centro
Reserva Bilhetes
QR Code
<